Tag: Criativos da Escola

M√£os segurando uma fitinha roxa com as palavras "imaginar" e "fazer".

Após três dias de atividades, 11 grupos selecionados pelo Desafio Criativos da Escola 2016 produziram vídeo colaborativo e foram reconhecidos por seus projetos.

No √ļltimo dia 06 de dezembro aconteceu no Teatro Diplomata, em Salvador (BA), a premia√ß√£o do Desafio Criativos da Escola 2016. Celebra√ß√£o que premia projetos protagonizados por crian√ßas e jovens de todo o pa√≠s que, apoiados por seus educadores, transformam as escolas, os alunos e suas comunidades. Esse ano foram selecionados 11¬†grupos, dentre os 1014 projetos enviados de todas as regi√Ķes do Brasil.

Os projetos selecionados foram Cruzando os Sert√Ķes da Mata Branca ‚Äď Iguatu (CE), Descobrindo as riquezas da Gruta do Padre ‚Äď Santana (BA), Ensinando e Aprendendo ‚Äď Tr√™s Marias (MG), Entre versos e rimas: hist√≥ria e cultura local ‚Äď Cascavel (CE), Libras: a voz do sil√™ncio ‚Äď Itapeva (SP), O uso do papel reciclado para a produ√ß√£o de embalagem para mudas ‚Äď Lagoa Vermelha (RS), Para al√©m dos muros da escola: intervindo no Jardim Maring√° ‚Äď S√£o Paulo (SP), Solta esse Black ‚Äď Rio de Janeiro (RJ), Tenda M√≥vel ‚Äď Mulungu (CE), Urupet ‚Äď Campo Grande (MS) e Utiliza√ß√£o de plantas medicinais no munic√≠pio ‚Äď Rio do Ant√īnio (BA).

A diretora de comunica√ß√£o do Instituto Alana e coordenadora do projeto Criativos da Escola destacou a import√Ęncia da realiza√ß√£o de projetos como esses em momentos de incerteza: ‚ÄúMesmo nos momentos mais conturbados, a gente acredita que √© por meio do di√°logo, da reflex√£o conjunta e do fazer que conseguimos seguir adiante.‚ÄĚ Marcos Nisti, vice-presidente e CEO do Instituto Alana, completou: ‚ÄúNesse ano maluco, que mais parece uma obra de fic√ß√£o, terminar ouvindo voc√™s [estudantes] √© realmente inspirador. Voc√™s nos mostram que ainda √© poss√≠vel fazer a diferen√ßa‚ÄĚ.

Colabora√ß√£o, c√Ęmera e a√ß√£o

Al√©m da cerim√īnia de premia√ß√£o, durante tr√™s dias, os estudantes participaram de atividades e oficinas para elabora√ß√£o de um v√≠deo demonstrando a import√Ęncia da colabora√ß√£o para a mudan√ßa da realidade em que vivem. Para isso, os alunos tiveram o apoio da ONG Engajamundo, de seus educadores e o aux√≠lio de profissionais da √°rea de design e audiovisual. Os participantes constru√≠ram o cen√°rio, elaboraram o roteiro, fizeram o levantamento de dados e de curiosidades sobre os projetos, realizaram entrevistas e deram vida ao v√≠deo que ser√° divulgado em breve no site e Facebook do projeto Criativos da Escola.

Desafio Criativos da Escola 2016 (Foto: Saulo Brand√£o)
Desafio Criativos da Escola 2016 (Foto: Saulo Brand√£o)
Desafio Criativos da Escola 2016 (Foto: Saulo Brand√£o)
Desafio Criativos da Escola 2016 (Foto: Saulo Brand√£o)
Desafio Criativos da Escola 2016 (Foto: Saulo Brand√£o)
Desafio Criativos da Escola 2016 (Foto: Saulo Brand√£o)
Desafio Criativos da Escola 2016 (Foto: Saulo Brand√£o)
Desafio Criativos da Escola 2016 (Foto: Saulo Brand√£o)
Detalhes de uma construção chinesa, cheio de cores e símbolos.

Dois¬†projetos que foram reconhecidos nacionalmente na primeira edi√ß√£o do Desafio Criativos da Escola representar√£o o Brasil no encontro ‚ÄėBe the Change Conference‚Äô, na China

Duas das cinco escolas selecionadas na 1¬™ edi√ß√£o do Desafio Criativos da Escola, representar√£o o Brasil, pela primeira vez, na ‚ÄėBe the Change Conference‚Äô, confer√™ncia mundial do Design for Change, que esse ano acontece em Pequim, na China. O encontro reunir√°, em dezembro, centenas de crian√ßas e jovens que desenvolvem projetos de protagonismo social ao redor do mundo. Nesta edi√ß√£o haver√° a participa√ß√£o de uma aluna do Col√©gio Estadual Hermes Miranda do Val, de Sim√Ķes Filho, na Bahia, e de uma jovem da Escola Menezes Pimentel, de Pacoti, no Cear√° ‚Äď ambas acompanhadas pelos educadores respons√°veis pelos projetos.

A confer√™ncia √© organizada e promovida anualmente pelo movimento global Design for Change, presente em 35 pa√≠ses e que, no Brasil, √© representado pelo Instituto Alana por meio do Criativos da Escola. Para dividir suas experi√™ncias, al√©m de participar de oficinas, workshops e atividades culturais, a aluna da Bahia contar√° o caso do Grupo de Apoios e Conselhos (GAC), criado para reduzir os furtos dentro da escola e combater o clima de desconfian√ßa entre os estudantes. Ap√≥s a cria√ß√£o do grupo, o n√ļmero de ocorr√™ncias escolares foi zerado e os alunos criaram um v√≠nculo de empatia entre si, modificando por completo a conviv√™ncia no ambiente escolar.

J√° os estudantes do Cear√° garantiram o reconhecimento de seu trabalho ao constru√≠rem o primeiro Ecomuseu da cidade, que armazena riquezas da Mata Atl√Ęntica em pleno sert√£o cearense. Com a ajuda de um engenheiro da comunidade, os alunos conseguiram a doa√ß√£o de um terreno e recursos para viabilizar a constru√ß√£o do museu.

As inscri√ß√Ķes para a segunda edi√ß√£o do Desafio Criativos da Escola j√° est√£o abertas e, neste ano, a premia√ß√£o reconhecer√° 10 iniciativas em todo o pa√≠s. Os interessados podem enviar n√£o apenas projetos j√° finalizados como tamb√©m aqueles que ainda estiverem em andamento at√© o dia 15 de outubro de 2016 pelo site do Criativos da Escola. Esta segunda edi√ß√£o do pr√™mio tem como parceiro o programa Parceria Votorantim pela Educa√ß√£o, desenvolvido pelo Instituto Votorantim.

Foto: Via Flickr

Foto mostra vencedores do Desafio Criativos da Escola apresentando o projeto. No fundo um tel√£o escrito #eusoucriativo.

Em¬†fevereiro de 2015, Wellington Nogueira, no evento do lan√ßamento do projeto Criativos da Escola no Brasil, lan√ßou aos convidados a seguinte pergunta: ‚ÄúPara onde a criatividade pode nos levar?‚ÄĚ Naquele momento, t√≠nhamos algumas suspeitas, mas n√£o imagin√°vamos o que estaria por vir. Dez meses depois, no evento de celebra√ß√£o do Desafio Criativos da Escola, que aconteceu no dia 11 de dezembro, vieram as respostas mais bonitas, surpreendentes e inspiradoras, pelas vozes de 25 crian√ßas e jovens e 10 educadores de todo o pa√≠s.

A semana da premia√ß√£o come√ßou no dia 8, quando os cinco grupos vencedores do Desafio desembarcaram em S√£o Paulo, vindos de v√°rios cantos do pa√≠s: Porto Velho (RO), Parnamirim (RN), Sim√Ķes Filho (BA), Pacoti (CE) e Sobradinho (DF). Do aeroporto, foram direto para o Centro Paulus, uma hospedaria em meio √† natureza em Parelheiros, no extremo sul da cidade.

Lá a equipe do Criativos e os grupos passaram dois dias se conhecendo, compartilhando experiências, sonhando com o seria feito dali pra frente e, sobretudo, tirando ideias do papel e trazendo-as para a realidade. Para conduzir uma experiência transformadora e inesquecível, a equipe do Mesa&Cadeira reuniu 10 profissionais apaixonados pelo que fazem para ajudar a cumprir uma missão.

O desafio posto era criar uma plataforma para comunicar, inspirar e mobilizar outros jovens a se engajarem na transforma√ß√£o de suas realidades. Depois de muitas conversas, ideias, risadas, trocas, emo√ß√Ķes e, principalmente, m√£o na massa e envolvimento de todos, nascia o movimento¬†Eu sou Criativo, criado¬†por¬†e¬†para¬†crian√ßas¬†e jovens de todo o pa√≠s.

No dia 11, na Avenida Paulista, 150 pessoas foram ao Ita√ļ Cultural para conhecer os projetos vencedores do Desafio Criativos da Escola ‚Äď contados pelos seus protagonistas ‚Äď e ver¬†o que havia sido criado por esses criativos ao longo dos dois dias anteriores. No inicio do evento, uma homenagem ao movimento da ocupa√ß√£o de Escolas Estaduais de S√£o Paulo protagonizado por estudantes que est√£o coletivamente repensando, construindo e se apropriando de suas escolas: ‚ÄúAntes a gente seguia regras, obedecia, agora estamos aprendendo de verdade, todos os alunos t√™m voz‚ÄĚ, disse Brenda, uma das representantes da Escola Manuel Ciridi√£o Buarque.

Em seguida, vieram as apresenta√ß√Ķes dos cinco projetos vencedores: Gaiolas Liter√°rias,¬†Ar refrigerado e √°gua: uma combina√ß√£o que d√° vida,Hist√≥ria Constru√≠da por Blocos,¬†Grupo de Apoio e Conselhos (GAC)¬†e¬†Jovem Explorador. No palco, um misto de emo√ß√£o, orgulho e alegria que tomava conta; pelos microfones, ecoavam depoimentos que ficar√£o guardados na mem√≥ria de quem os escutou.

Os alunos apresentaram o movimento Eu sou Criativo, com a exibi√ß√£o do¬†v√≠deo-manifesto¬†feito por eles pr√≥prios. E, para encerrar a manh√£, muita m√ļsica com os Embatucadores e a Banda Alana. Uma festa linda, emocionante e muito inspiradora, que ficar√° na mem√≥ria de quem estava presente. E os grupos se despediram com a certeza de que, nesses quatro dias, muitas flores foram colhidas e outras tantas sementes foram plantadas. Que venham as pr√≥ximas colheitas.

*texto publicado originalmente no site do Criativos da Escola

X