Tag: Jardim Pantanal

Na foto, grupo analisa um grande mapa do Jardim Pantanal colocado sobre uma mesa.

Projeto busca fortalecer as necessidades, desejos e sonhos dos moradores do Jardim Pantanal, bairro da zona leste da capital paulista

Territ√≥rios localizados nas periferias das cidades est√£o historicamente √† margem do planejamento urbano e do acesso aos recursos p√ļblicos. √Č o caso do Jardim Pantanal, na zona leste da capital de¬† S√£o Paulo, que tem sua hist√≥ria marcada pela aus√™ncia de investimentos por parte do poder p√ļblico, o que reflete diretamente no dia a dia das fam√≠lias que vivem na regi√£o em meio aos frequentes alagamentos, condi√ß√Ķes prec√°rias dos espa√ßos p√ļblicos, baixa qualidade ou inexist√™ncia de equipamentos de sa√ļde, pavimenta√ß√£o e saneamento, al√©m da baixa oferta de alternativas de mobilidade.

Em uma iniciativa inédita na região, os moradores da comunidade, com o apoio do Instituto de Arquitetos do Brasil departamento São Paulo (IABsp) e da equipe do projeto Urbanizar, do Instituto Alana, desenvolveram o Plano de Bairro do Jardim Pantanal. Instituído pelo Plano Diretor Municipal em 2014, o Plano de Bairro é a principal ferramenta de planejamento urbano para os territórios, sobretudo aqueles localizados em áreas periféricas e distantes das que recebem maiores investimentos.

O Plano do Jardim Pantanal busca dar subs√≠dios ao poder p√ļblico no processo de urbaniza√ß√£o da regi√£o e apresentar uma an√°lise sobre o territ√≥rio, al√©m de expressar as propostas de articula√ß√£o comunit√°ria e os desejos e sonhos das crian√ßas, jovens e adultos para o bairro.¬†

‚ÄúEsperamos que o plano fortale√ßa o planejamento territorial e a comunidade na luta pela transforma√ß√£o desse territ√≥rio, estimule o debate entre representantes do poder p√ļblico e das comunidades locais e contribua para a constru√ß√£o de cidades mais justas e democr√°ticas‚ÄĚ, comenta Leila Maria Vendrametto, coordenadora do Urbanizar.

O Plano vem sendo trabalhado desde 2020 por meio de oficinas tem√°ticas sobre educa√ß√£o, meio ambiente, mobilidade, espa√ßo p√ļblico e sa√ļde. O documento que mostra a primeira fase dessa constru√ß√£o est√° estruturado em dez cap√≠tulos e apresenta a elabora√ß√£o do Plano de Bairro, uma s√≠ntese da an√°lise sobre o territ√≥rio e os olhares da comunidade sobre o bairro onde vivem, seus lugares de afeto e o que acreditam que precisa melhorar na regi√£o.

Tamb√©m s√£o apresentadas as propostas do grupo de trabalho sobre meio ambiente, mobilidade e espa√ßos p√ļblicos, as obras j√° em andamento de infraestrutura de saneamento, as a√ß√Ķes de sa√ļde e as orienta√ß√Ķes jur√≠dicas. O documento conta ainda sobre os projetos Prototype City, de interc√Ęmbio entre arquitetura e urbanismo, e tamb√©m sobre o Parque Naturalizado, espa√ßo ao ar livre desenvolvido a partir de elementos naturais que incentivam o brincar livre. E traz um plano de a√ß√£o detalhado e os passos esperados para a segunda fase da iniciativa.

Para a pr√≥xima fase, est√£o previstas atividades como a forma√ß√£o do Conselho Gestor do plano, a continuidade do processo de regulariza√ß√£o fundi√°ria e a√ß√Ķes para gera√ß√£o de emprego e renda.

Acesse na íntegra a primeira fase do Plano de Bairro do Jardim Pantanal.

РLeia também: Escolas e comunidades na mobilização por um futuro sustentável

X