Notícias

2

O Campaign for a Commercial-Free Childhood  (CCFC) é um movimento de conscientização dos malefícios da publicidade direcionada às crianças e promove uma infância livre dos interesses comerciais.

Ana Lucia Villela, presidente e co-fundadora do Instituto Alana, juntou-se ao Conselho Administrativo do Campaign for a Commercial-Free Childhood (CCFC) – Campanha para uma Infância Livre de Comércio (tradução livre) – organização não-governamental com sede nos Estados Unidos. O CCFC, fundado em 2000 pela psicóloga Susan Linn e um grupo de educadores, profissionais da saúde e pais, trabalha para apoiar os esforços das famílias que se preocupam em evitar a exposição das crianças à publicidade e luta pelo fim do marketing direcionado ao público infantil.

O CCFC anunciou em sua última newsletter a chegada da nova conselheira. “Estamos animados em ter a paixão, liderança e experiência da Ana Lucia em nosso Conselho”, dizia o texto. “Depois de participar de um dos Consuming Kids Summits do CCFC, ela levou ao seu país a luta pelo combate à publicidade para crianças com a criação do Projeto Criança e Consumo. Desde então, a iniciativa, que faz parte do Instituto Alana, conquistou diversas vitórias”, completa o texto.

Ana Lucia é formada em Pedagogia e Administração, com mestrado em Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Ela é membro do conselho de várias instituições do terceiro setor, como a Conectas Direitos Humanos, Itaú Cultural, Instituto Akatu e Brincante. Ana Lucia também é membro da Ashoka Fellows, rede de empreendedores sociais.

logo

Comentários ( 2 )

  • Rogério Santos da silva disse:

    Muito bom estou feliz em conhecer!

  • Nadir Francisco do Amaral disse:

    Parabenizo pelo excelente trabalho. Somos também uma ONG voltada a saúde da população negra e sentimos na pele a dificuldade em passar informações para o setor público de saúde bem como para a sociedade civil.
    Quem sabe num futuro próximo possamos nos encontrar e trabalharmos em conjunto, saúde e educação.

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos necessários *

X