Notícias


O brincar é a expressão viva da criança em contato com o mundo. Um olhar cuidadoso para esses gestos, pode revelar muitas narrativas. Sabendo disso, durante um ano, oito pesquisadores (Beatriz Olival, Elisa Hornett, Gabriel Limaverde, Lia Mattos, Reinaldo Nascimento, Renata Meirelles, Sandra Eckschmidt e Soraia Chung Saura) observaram o brincar livre de algumas crianças e registraram essa experiência no documentário “Miradas”, lançado no dia 03 de junho, pelo programa Território do Brincar, iniciativa do Instituto Alana.

Dirigido por Renata Meirelles e Sandra Eckschmidt, o filme registra como foi o processo de cada pesquisador ao adentrar nos gestos e paisagens do brincar de diferentes grupos infantis por meio da fenomenologia de Goethe. Esse processo consiste em quatro passos com referência aos fenômenos da natureza (terra, água, ar e fogo), e tem como premissa a apreensão do olhar para as essências e sutilezas. Ao mesmo tempo em que intensifica a percepção sensorial, também se caracteriza como uma possibilidade de autodesenvolvimento para o pesquisador/educador, na medida em que constrói um processo de conscientização e elaboração reflexiva de cada um.

O evento de lançamento, aconteceu no Itaú Cultural em São Paulo, e contou com a participação dos pesquisadores que relataram um pouco de suas trajetórias no processo de pesquisa. Os participantes também experimentaram o primeiro passo – o terra – com um exercício de observação fenomenológica realizado a partir de uma foto de uma garota brincando com uma bacia de alumínio.  

O filme Miradas está disponível para exibição online na plataforma VIDEOCAMP. (Clique aqui e assista).

 

Oficina de pipas no Seminário Criança e Natureza.
Evento de lançamento do filme
Evento de lançamento do filme
Evento de lançamento do filme
Evento de lançamento do filme
Evento de lançamento do filme
Evento de lançamento do filme
Evento de lançamento do filme

Comentários ( 0 )

    Comente

    Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos necessários *

    X