Tag: EspaƧo Alana

0
Foto da Viradinha mostra vĆ”rios adultos e crianƧas reunidos. Na imagem aparecem vĆ”rios guarda-sĆ³is e bandeirinhas coloridas

OĀ EspaƧo Alana virou um grande palco para palhaƧadas, mĆŗsicos e personagens de diversas histĆ³rias no Ćŗltimo sĆ”bado (26/03) com a Viradinha. A programaĆ§Ć£o infantil, que faz parte do Circuito Municipal de Cultura, levou ao EspaƧo no Jardim Pantanal, zona leste de SĆ£o Paulo, diversĆ£o e brincadeira para as crianƧas da regiĆ£o.

O palhaƧo Benedito Fri Fri com sua apresentaĆ§Ć£o do ā€œCordel do Beneditoā€ recitou contos de sua autoria. Entre uma risada e outra, as crianƧas se divertiram tambĆ©m com o teatro de mamulengo do Mestre Valdeck de Garanhuns, ā€œO Casamento de SimĆ£o e Marietaā€.

Viradinha_Espaco_Alana

Foto: EspaƧo Alana

Ao longo do dia, o grupo Recreart realizou oficinas de horta e fantasia com os pequenos, alĆ©m de atividades com corda, bolinha de gude e tĆŗnel de pano.

As crianƧas tambĆ©m puderam brincar em dois pula pulas, pneus coloridos espalhados pelo EspaƧo Alana e por que nĆ£o dar uma descansada nas cadeiras de praia entre uma atividade e outra?

Para encerrar esse dia pra lƔ de animado o Grupo Triii cantou e interagiu com as crianƧas e com os adultos tambƩm!

A prĆ³xima “Viradinha” estĆ” programada para junho!

0
Foto da biblioteca do EspaƧo Alana mostra livros organizados em uma estante comprida

O projeto Biblioteca Multiplicadora: ProgramaĆ§Ć£o Viva e Permanente, do EspaƧo Alana, participou do edital de fomento a projetos sociais da FundaĆ§Ć£o Salvador Arena de 2016. Entre as 80 propostas recebidas pela entidade, o projeto do Alana foi um dos 10 selecionados.

A Biblioteca Multiplicadora foi elaborada com o objetivo de oferecer Ć s crianƧas, jovens e adultos moradores do Jardim Pantanal o acesso Ć  cultura e a prĆ”tica da leitura. Com o edital, o projeto viabiliza a aquisiĆ§Ć£o de novos equipamentos, materiais e livros para a Biblioteca EspaƧo Alana.

O Programa de Apoio a Projetos Sociais, da FundaĆ§Ć£o Salvador Arena, procura aƧƵes e iniciativas do Terceiro Setor que tenham potencial de transformaĆ§Ć£o e promoĆ§Ć£o social voltadas para populaƧƵes que vivem em situaĆ§Ć£o de vulnerabilidade e risco social no ABC, SĆ£o Paulo e outros municĆ­pios do Estado de SĆ£o Paulo. O Programa oferece recursos financeiros e assessoria tĆ©cnica na elaboraĆ§Ć£o e no gerenciamento dos projetos sociais selecionados.

Foto: Instituto Alana

Veja tambƩm:
–Ā Duas feiras, dois espaƧos e muitas trocas
–Ā Alana firma parceria e leva MIT ao Jardim Pantanal
–Ā Jardim Pantanal comemora novo EspaƧo Alana

 

0
Foto de mulher tirando foto com o celular de uma placa escrito "Respeite nosso espaƧo, por favor, nĆ£o jogue lixo".

Representante do MIT apresentou a plataforma online ā€œMonitorando a Cidadeā€ para os moradores da regiĆ£o; o aplicativo Ć© uma ferramenta que contribui para a cidadania e Ć© alimentado pela prĆ³pria populaĆ§Ć£o.

O Instituto Alana levou no dia 23 de abril o MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) ao EspaƧo Alana, no Jardim Pantanal, na Zona Leste de SĆ£o Paulo, para a realizaĆ§Ć£o de uma oficina sobre o aplicativo Monitorando a Cidade, desenvolvido pelo MIT Center for Civic Media e trazido para o Brasil pela Rede Nossa SĆ£o Paulo. O centro, com sede nos Estados Unidos, trabalha com diversas comunidades para criar colaborativamente ferramentas e prĆ”ticas de mĆ­dia cĆ­vica. O centro desenvolve novas tecnologias que servem de suporte para aƧƵes polĆ­ticas em todo o mundo.

O Monitorando a Cidade permite que qualquer cidadĆ£o com um smartphone colete dados sobre temas que considera prioritĆ”rios em sua regiĆ£o. As informaƧƵes reunidas na plataforma oferecem um panorama geral do problema que pode ser usado como uma poderosa ferramenta de cidadania para informar a sociedade, mobilizar apoios e engajar a comunidade.

Na oficina do MIT, ministrada pela desenvolvedora Emilie Reiser, no Jardim Pantanal, os moradores discutiram os problemas mais relevantes da regiĆ£o e elegeram o lixo como questĆ£o para ser trabalhada com o aplicativo. Depois de uma apresentaĆ§Ć£o sobre o funcionamento do Monitorando a Cidade, o grupo saiu a campo para coletar os dados. No final da atividade a ferramenta gerou um relatĆ³rio com as informaƧƵes obtidas e os resultados foram debatidos pelos participantes da oficina que apresentaram algumas soluƧƵes para os problemas encontrados.

A plataforma contribui para que comunidades se mobilizem, demandem aƧƵes do poder pĆŗblico e reivindiquem soluƧƵes para os problemas identificados.

Veja a galeria de fotos da oficina:

 

X