Author: clara

Foto do horizonte de uma cidade. Sobre a imagem, o texto: Brincar em Casa

Como tem sido o brincar das crianças em casa durante a pandemia? O Território do Brincar, pesquisa patrocinada pelo Instituto Alana, investigou o assunto e o resultado é o média-metragem Brincar em Casa Рdisponível a partir do dia 22 de março gratuitamente na plataforma Videocamp. Na produção, crianças de diversos contextos e países nos apresentam como brincam em suas casas durante a pandemia do coronavírus, a partir de olhares e relatos de seus familiares.

‚ÄúO foco foi perceber como ele (o brincar espont√Ęneo) ocorria em um cotidiano t√£o modificado e em espa√ßos e rela√ß√Ķes t√£o reduzidos. Mas, ao mesmo tempo, conhecer aspectos do brincar em casa que v√£o al√©m de um per√≠odo de pandemia. Ou seja, como exercitar cada vez mais o olhar para as express√Ķes das crian√ßas e aprender sobre o que est√° nas entrelinhas de cada a√ß√£o delas?‚ÄĚ, conta Renata Meirelles, diretora do filme ao lado de David Reeks.

Confira abaixo o trailer de Brincar em Casa:

Para contar como foi todo o processo de escuta das 55 famílias participantes, serão realizadas três lives com os pesquisadores envolvidos no projeto no canal do YouTube do Instituto Alana. Confira a programação abaixo:

Dia 31/03, √†s 19h30: ‚ÄúEscutas para o Brincar Livre: do campo ao isolamento‚ÄĚ
Com: David Reeks (codiretor do filme) e Renata Meirelles (codiretora do filme e coordenadora da pesquisa ao lado de Sandra Eckschmidt).

Tema: Como o Territ√≥rio do Brincar vem realizando suas pesquisas e como foram as readequa√ß√Ķes que aconteceram nesse per√≠odo de pandemia. Um relato aberto sobre o processo da pesquisa Brincar em Casa.

Dia 06/04, √†s 15h30: ‚ÄúA Cidade Virou Casa: espa√ßos, tempos e rela√ß√Ķes do brincar‚ÄĚ
Com: Gabriel Limaverde (educador e pesquisador), Lia Mattos (documentarista, produtora cultural, antropóloga e arte-educadora) e Soraia Chung Saura (professora na EEFE-USP e na FE-USP).

Tema: Como foi o processo das fam√≠lias de se voltarem para dentro de casa? Quais as mudan√ßas de ritmos? Como as fam√≠lias com crian√ßas se organizaram? O que foi transformado no espa√ßo da casa? E como ficaram as rela√ß√Ķes no brincar livre?

Dia 14/04, √†s 19h30: ‚ÄúBrincar na Pandemia: a for√ßa do espont√Ęneo‚ÄĚ
Com: Elisa Hornett (educadora e pesquisadora), Sandra Eckschmidt (pesquisadora na UFSC e coordenadora da pesquisa ao lado de Renata Meirelles) e Reinaldo Nascimento (terapeuta social, educador físico, pedagogo e psicopedagogo)

Tema: Como foi o desafio de adentrar na espontaneidade das crian√ßas, a partir das conversas com as fam√≠lias em isolamento social? Nesse encontro vamos explorar o fen√īmeno do brincar espont√Ęneo durante esse per√≠odo e o que ele nos diz para al√©m de uma pandemia.

O processo de escuta com as famílias também resultou em um podcast, de mesmo nome que o filme, Brincar em Casa. Com 7 episódios ele revela, pela perspectiva do brincar, como se deu a convivência com as crianças em lugares como o quarto, a sala, a cozinha, o quintal, entre outros locais da casa. Para ouvi-lo acesse uma das seguintes plataformas de áudio:

Spotify
Podcast Addict
Google Podcasts
Apple Podcasts
Castbox
Pocketcast
Deezer
Orelo
Amazon Music

O podcast também está disponível em Libras e legendas descritivas no Canal do YouTube do Território do Brincar.

 

Logo do evento "No ch√£o da escola‚ÄĚ e foto em preto e branco de um adulto e uma crian√ßa que olhando para um tablet

Muitos  foram os desafios para a manutenção de vínculos e da parceria entre escola, família e estudantes no contexto da pandemia, o que pudemos aprender com essa experiência? Como favorecer o acolhimento e o clima escolar no retorno do ensino presencial e no ensino remoto? Como garantir o aprendizado de todos em um contexto de acirramento de desigualdades e vulnerabilidades?

Essas s√£o apenas algumas das quest√Ķes a serem debatidas no evento online No Ch√£o da Escola: desafios e aprendizagens no ensino remoto e presencial, iniciativa do Instituto Alana, que acontece entre 26 e 28 de janeiro.

A jornada formativa virtual tem como objetivo inspirar e subsidiar a comunidade escolar frente aos novos desafios impostos pela pandemia, contribuindo com oportunidades formativas que resultem em aprendizagens seguras, acolhedoras e inclusivas para todos os estudantes.

O evento √© destinado aos profissionais da educa√ß√£o, como professores, gestores de escola, equipes de apoio escolar e t√©cnicas que atuam em escolas, Secretarias de Educa√ß√£o, Redes de Ensino, organiza√ß√Ķes sociais, e demais interessados. Tem como foco os desafios pedag√≥gicos emergidos ou acirrados no contexto de pandemia e p√≥s pandemia a partir de 5 eixos tem√°ticos: V√≠nculo – elos entre escolas e fam√≠lias; Acolhimento – escuta, trabalho intersetorial e rede de prote√ß√£o social; Aprender como um direito de todos; Corpo em movimento – desafios para o desenvolvimento integral; e Esperan√ßas – construindo novos sentidos para a escola.

Confira abaixo a programação completa de No Chão da Escola: desafios e aprendizagens no ensino remoto e presencial.

>> Faça sua inscrição aqui. <<

A inscrição dá acesso a todos os dias do evento Р26, 27 e 28 de janeiro de 2021. As conversas serão online, transmitidas ao vivo pelo canal do YouTube do Instituto Alana. 

Para receber um lembrete no dia de cada evento, clique aqui e faça parte do nosso canal no Telegram.

>> PROGRAMAÇÃO <<

26 DE JANEIRO  

das 18h √†s 19h15: V√≠nculo ‚Äď elos entre escolas e fam√≠lias
Quais os desafios e conquistas do vínculo e da parceria entre escola, família e estudantes no contexto atual?

Com Telma Vinha (doutora em educação, pesquisadora e professora da Unicamp РSP), Kátia Schweickardt (professora da UFAM e ex-secretária de educação de Manaus РAM). Mediação de Tereza Perez (educadora e diretora-presidente da Comunidade Educativa CEDAC).

das 19h15 √†s 20h15: Acolhimento ‚Äď escuta, trabalho intersetorial e rede de prote√ß√£o social
Como promover o acolhimento sócio emocional de estudantes e professores em um contexto de acirramento das desigualdades e vulnerabilidades?

Com Ingrid Limeira (advogada, conselheira tutelar, especialista em Direitos das Diversidades), Telma Ara√ļjo Porto Couto (orientadora pedag√≥gica e Coordenadora do N√ļcleo de Atendimento Multiprofissional da Rede Municipal de Educa√ß√£o de Jacare√≠ – SP) e Cecilia Motta (bi√≥loga, secret√°ria de educa√ß√£o (MS) e presidente do Conselho Nacional de Secret√°rios de Educa√ß√£o). Media√ß√£o de Ana Cl√°udia Leite (pedagoga e consultora de educa√ß√£o e inf√Ęncia do Instituto Alana).

das 20h15 √†s 20h35: Lan√ßamento Territ√≥rio do Brincar ‚Äď podcast¬†Brincar em Casa
Com a pandemia do Coronav√≠rus e a necessidade de isolamento social, o Territ√≥rio do Brincar em 2020 dedicou-se – a partir da constru√ß√£o de um cuidadoso question√°rio – a uma escuta online com fam√≠lias para compreender pelo contexto de cada crian√ßa, de seus ritmos, rotinas e interesses o que havia de espont√Ęneo no brincar. Como resultado da pesquisa surgiu o podcast Brincar em Casa.

Com Renata Meirelles (educadora e codiretora do filme Território do Brincar).

27 DE JANEIRO  

das 18h às 19h15: Aprender como um direito de todos
Como garantir a aprendizagem de todos, sobretudo dos mais vulneráveis (negros, pobres e crianças com deficiência) no contexto da pandemia? Como desenvolver uma educação inclusiva, seja no ensino remoto, híbrido ou presencial?

Com Ednéia Gonçalves (socióloga, educadora e coordenadora executiva adjunta da ONG Ação Educativa) e Martinha Clarete Dutra (doutora em educação, pesquisadora e consultora em inclusão e membro do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência). Mediação de Luiz Miguel Garcia Martins (presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação e professor РUndime).

das 19h15 √†s 20h15: Corpo em movimento ‚Äď desafios para o desenvolvimento integral
Como promover o desenvolvimento integral em um contexto de isolamento social? Como priorizar o corpo e a sensorialidade no currículo?

Com Jonailson Jord√£o Xisto (professor de biologia, premiado no Desafio Criativos da Escola 2019 – AM), Andr√© Cyrino (professor de educa√ß√£o fńęsica, mestrado em Gest√£o e Avalia√ß√£o da Educa√ß√£o P√ļblica – CE) e Vasti Ferrari¬†(pedagoga e Secret√°ria de educa√ß√£o em Jundia√≠ – SP). Media√ß√£o de Ivan Claudio Pereira (doutor, professor, Conselheiro na C√Ęmara de Educa√ß√£o B√°sica do Conselho Nacional de Educa√ß√£o)

Das 20h15 às 20h35: Lançamento Percurso Formativo O Começo da Vida 2 Lá Fora

Com Paula Mendonça (assessora pedagógica do programa Criança e Natureza)

28 DE JANEIRO  

das 18h √†s 19h15: Esperan√ßas ‚Äď construindo novos sentidos para a escola
Como aproveitar o contexto de mudança da pandemia e pós pandemia para repensar os sentidos da escola e da educação? Quais esperanças queremos nutrir?

Com Chiqui González (educadora, advogada, dramaturga, ex-Ministra de Inovação e Cultura da Província de Santa Fé). Mediação de Helena Singer (líder de estratégia na Ashoka, consultora em educação e inovação social).

das 19h15 às 19h55: Relato de experiência

Com Lourdes Ramos (professora, orientadora, premiada no Desafio Criativos da Escola 2017), L√ļcia Cristina Cortez (gestora escolar de Ensino Fundamental (AM) e vencedora do Pr√™mio Educador Nota 10)¬† e Rita Jaqueline Morais (Bi√≥loga e professora de Educa√ß√£o Infantil da Rede Municipal de Novo Hamburgo – RS).

Das 19h55 às 20h35: Encerramento Artístico

Com Mafuane Oliveira (pesquisadora, arte-educadora, contadora de histórias e idealizadora do projeto Chaveiroeiro)  

 

X