Author: luiza

1

A iniciativa da Semana aqui no Brasil é da Aliança pela Infância e está vinculada ao Dia Mundial do Brincar, celebrado em 28 de maio. 

Entre os dias 21 e 27 de maio, o Espaço Alana celebrou a 8ª Semana Mundial do Brincar com muita música, brincadeiras, contação de histórias, circuito de atividades físicas e oficinas de construção de brinquedos! O tema da edição deste ano foi “O Brincar que Encanta o Tempo”, para propor a reflexão sobre o poder que as crianças têm de encantar os lugares onde o brincar acontece.

Na abertura no Espaço Alana, o público curtiu um show da Banda Alana e, em seguida, se divertiu com pinturas de rosto e brincadeiras tradicionais, como corda, pião, amarelinha etc. No dia 22, no auditório do Espaço Alana, aconteceu o 2º Painel Infância e Ludicidade, que reuniu 150 educadores de São Miguel Paulista e região para atividades relacionadas ao tema “Tempo de Leitura: A Literatura é um Universo de Brincar!”. Durante o painel, o Espaço recebeu Cláudio Oliveira e Felipe Surian para uma contação de história e Adriana Friedmann e Renata Meirelles para uma roda de conversa com educadores. Para encerrar, um sarau com poetas da terceira idade.

Ao longo da semana, aconteceram apresentações para crianças da Cia BuZum de teatro itinerante, com o espetáculo ’13 Gotas’, uma Feira de Trocas de Brinquedos e uma oficina de desenhos realizada pelo coletivo Arte e Cultura na Kebrada. Para encerrar a semana, o pocket show ‘Vila de Fábulas’, com Eduardo Sena e banda, e apresentação musical do Cordão folclórico de Itaquera Sucatas Ambulantes.

Ao longo da Semana cerca de 2 mil pessoas passaram pelo Espaço Alana, entre crianças, adolescentes e educadores da região. Foi uma semana animada e divertida, que venha a próxima edição!

Semana mundial do Brincar no Espaço Alana. Foto: Márcia Duarte
Semana mundial do Brincar no Espaço Alana. Foto: Márcia Duarte
Semana mundial do Brincar no Espaço Alana. Foto: Márcia Duarte
Semana mundial do Brincar no Espaço Alana. Foto: Márcia Duarte
Semana mundial do Brincar no Espaço Alana. Foto: Márcia Duarte
0

(foto: Juliana Simões | Alana)

Para o Alana, educação e cultura caminham juntas, sempre. Seja na sua atuação na zona leste de São Paulo, seja nas produções que promove, o Alana entende que educação e cultura são indissociáveis e ambos são o cerne da infância. A partir desse olhar, o Alana foi indicado na categoria de Instituição Cultural ao Prêmio do Governador do Estado para a Cultura 2017. O resultado divulgado dia 29 de maio, na cerimônia de premiação no Teatro São Pedro, nos comoveu: pelo voto popular o Alana foi o vencedor da categoria. Outras oito foram escolhidas por voto popular e oito por um jurado.

O Alana, desde o seu surgimento, atua nesse percurso entrelaçado. O Espaço Alana, criado há 20 anos, oferece uma programação cultural que contempla atividades literárias, teatrais, oficinas de brinquedos, entre outras. Criada em 2007, a Banda Alana tem entre os integrantes crianças e jovens da zona leste – em 2016, realizou 24 espetáculos para cerca de 10 mil espectadores. Essa busca pela relação da criança com a cultura também aparece no projeto Território do Brincar, que tem como proposta escutar, registrar e difundir a cultura da infância. E também em todos os filmes que o Alana apresentou em parceria com a produtora Maria Farinha Filmes, como o próprio longa-metragem Território do BrincarMuito Além do PesoTarja Branca; e O Começo da Vida.

Esse reconhecimento celebra a atuação do Alana e nos inspira para seguir nessa trilha, nos nossos programas, projetos e iniciativas com parceiros. Obrigada a todos que votaram e acreditam no trabalho do Alana em buscar caminhos transformadores para as novas gerações.

2017 05 29_Premio Governador do Estado_©Heloisa Bortz_241_web

Foto: Divulgação | Erika Pisaneschi, Relações Institucionais do Alana.

0

As produções tiveram estreia na Ciranda de Filmes 2017 e já estão disponíveis no VIDEOCAMP.

Território do Brincar lançou, durante a Ciranda de Filmes 2017, dois novos filmes: o média-metragem ‘Terreiros do Brincar’ e o curta ‘Waapa’. As duas produções, correalizadas pelo Alana e produzidas pela Maria Farinha Filmes, já estão disponíveis na plataforma VIDEOCAMP para exibições públicas e gratuitas.

O documentário Terreiros do Brincar é um retrato da diversidade de comunidades tradicionais do Brasil e de como esse pluralismo se traduz num extenso repertório de manifestações populares, cujas tradições são aprendidas desde a infância. Como caiçaras, quilombolas, ribeirinhos, caipiras, jangadeiros, pantaneiros, sertanejos, entre outros, se relacionam com o brincar dentro dessas manifestações? Essa relação é mostrada no filme dirigido por Renata Meirelles e David Reeks, assim como a participação de crianças na relação com o brincar coletivo.

Numa mesma linha de abordagem e investigação, o curta metragem Waapa mostra o brincar do povo Yudjá, da aldeia indígena Tuba Tuba, que habita as margens do rio Xingu, no Mato Grosso. Esse povo trata a criança e suas experiências entendendo que é preciso protegê-la e prepará-la para viver, além de fortalecer seu corpo e alma durante o crescimento. Dirigido por Renata Meirelles, David Reeks e Paula Mendonça, o filme convida o espectador para um mergulho no brincar e nas influências de uma relação espiritual com a natureza que envolve a infância Yudjá.

Tanto Terreiros do Brincar quanto Waapa buscam retratar o brincar por novos ângulos e nuances, explorando os saberes populares e a ligação espiritual estabelecida entre as pessoas, natureza e cultura. Os dois filmes reforçam a importância de garantir às crianças uma infância permeada pelas brincadeiras, rituais e manifestações populares, permitindo a elas um brincar livre e espontâneo.

As duas novas produções do Território do Brincar agora integram o catálogo de filmes do VIDEOCAMP, que acredita no poder do cinema para transformar realidades e para isso tem como missão colocar questões socialmente relevantes em pauta, divulgando causas que merecem ser amplificadas e histórias que merecem ser contadas.